Categoria: Críticas-EspetáculosPágina 1 de 5

“Marlene”, com Noá Bonoba e O Barraco da Constança Tem! : o corpo-espetáculo morre e vive para ser(mos) dissecado(s)

Foto: Marina Cavalcante Teatral, performático, coreográfico, dramático, ensaiado, improvisado, confessional. Assim é Marlene  – a dissecação do corpo do espetáculo, com O Barraco Da Constança Tem!, de Fortaleza (CE),…

MULATA, da Cia Dita (CE), no Festival de Dança de Itacaré: Solo da bailarina Wilemara Barros é dança que (nos) autobiografa

Foto: Luiz Alves -Dragão do Mar  Dia 15 de março de 2014, a bailarina cearense Wilemara Barros dançou o que chamou de “Aula Magistral”, no foyer do Theatro…

A INVENÇÃO DO BAIÃO TEIMOSO, da Cia Balé Baião (CE), performa danças e dançares teimosos de corpos políticos baionenses

Foto: Lucas Soares/divulgação Certas danças constroem presenças outras. Desestabilizam percepções turvadas e nos libertam da descrença no coletivo. Bebem do popular, elemento vital da cultura, e com ele…

ESTUDO PARA UMA DEVORAÇÃO, de Andréa Bardawil (CE) & Cia Andanças fazem do que se pode dizer, devorar …

(Foto: Cacheado Braga) Há um lugar comum que precisamos escapar. De que o corpo se politiza (apenas) quando se partidariza ou se institucionaliza. Não é garantido assim. Começa…

THE HOT 100…, de Cristian Duarte (SP), é uma anarqueologia coreográfica de danças, movimentos e memórias

(Foto: Annelize Tozetto) Assistir uma única vez ao solo The Hot One Hundred Choreographers (“The Hot 100”), do coreógrafo Cristian Duarte, pode parecer suficiente. Para alguns. Mais de uma…

LA BÊTE (O BICHO), de Wagner Schwartz, arrebata enquanto sofisticado exercício de alteridade

Precisamos pensar, com mais atenção, sobre a “atualidade” de um trabalho artístico. Não ser feito hoje, mas como o hoje com o qual o observamos permite alguma transformação…

O corpo-desbunde dançado, acintoso e abrasileirado no solo O CONFETE DA ÍNDIA, de André Masseno (RJ)

(Foto: Nilmar Lage/Edição Joubert Arrais) O comportamento dos índios antropófagos causou rebuliço nos Modernistas do início do século 19, que o retrataram na Semana de Arte Moderna de…

A “crítica desdentada” em MORDEDORES, de Marcela Levi e Lucía Russo. Ou por uma violência que transforme

Foto: Renato Mangolin/divulgação. Edição: Joubert Arrais. Em um trabalho de dança contemporânea, se logo, de início, identificamos a questão artística que move os(as) criadores(as), o desafio é como…

BATUCADA, de Marcelo Evelin (PI), é dança de corpos-guerrilha em performance catártica

Foto: Divulgação. Certos espetáculos da chamada dança contemporânea brasileira, tensionados pela linguagem da performance, como Batucada, de Marcelo Evelin e Demolition Inc., emancipam o público quando o convoca…